Ligue (11) 3924.2320 ou 9 9366.3100 (WhatsApp) - Dias úteis das 10 às 18h

Q
Q

melhor metodo para aprender violao“Um Bom professor, o Melhor Método para violão e a Vontade de aprender!”  Acredito que esta seja a melhor “fórmula” para se começar a aprender violão corretamente.

Um bom professor irá ensinar e mostrar pra você “ao vivo”, tudo que se deve fazer para tocar corretamente o violão, desde a postura para segurar o instrumento, posição das mãos esquerda e direita, tipo e tamanho do violão, tipos de cordas usadas, cuidado com as unhas, técnicas de estudo, teoria e prática, exercícios progressivos, acordes, músicas e repertório (pra não ficar só naquela “mesmice” de exercícios e teoria que podem desanimar você…), estilos de toques, e muito mais.

O Melhor método para violão deve ter uma diagramação e escrita clara e prática, fácil de manusear e ler; já o conteúdo deve ser fácil de entender (pelo menos na parte teórica…) e progressivo, com lições e exercícios que vão se complementando conforme o andamento e progresso do seu estudo.

Se o método para violão tiver material extra de apoio, como CDs e/ou DVDs gravados com as técnicas e exercícios escritos, melhor ainda, pois você poderá VER e OUVIR o que está escrito no método para violão.

Já a vontade de aprender é diretamente proporcional ao seu esforço e empenho nos estudos, bem como o tempo que você reservará e dedicará aos estudos violonísticos.

É a vontade de aprender, junto com sua aptidão ou musicalidade, que determinará o seu sucesso e aprendizado para tocar violão. De nada adianta um bom professor e o melhor método para violão se você não se dedicar, estudar, gostar e querer muito aprender a tocar violão!

O Melhor Método para Violão Popular

Se você está começando seus estudos no violão, e nunca tentou antes, nem nunca fez alguns acordes ou batidas no violão, é obvio que você vai precisar de um método de violão iniciante, que mostre os primeiros passos para não atropelar e desanimar você logo no início.

E o melhor método de violão para iniciantes, se for bom e completo mesmo, irá não só ensinar e mostrar a você o básico do instrumento, como irá motiva-lo e quem sabe até fazer você “tomar gosto” pelo instrumento e vir a ser um grande músico, um violonista profissional!

Se você já toca um pouco de violão, já sabe vários acordes, batidas, ritmos, já toca algumas músicas, enfim, se já passou daquela “fase de início”, em que fazer acordes com pestana ou dissonantes era difícil, deve adquirir um método para violão para nível intermediário.

Há vários métodos no mercado assim, específicos inclusive, para os muitos gêneros musicais que existem, como MPB, o sertanejo, o baião e forró, as músicas internacionais, etc.

E se você já toca bem, já tem uma técnica razoável, já sabe ler cifras e até partituras mais ou menos complexas, e quer se aperfeiçoar em algum gênero específico, como o samba, o choro, flamenco, blues, jazz, ritmos internacionais, ou outros terá que procurar métodos específicos. Por exemplo, se você quer aprender Samba no Violão,  este método específico é voltado para esse segmento.

Aprender sozinho ou com professor: O que é melhor?

Cada um tem seu jeito e ritmo de aprender violão, de assimilar as informações teóricas e práticas. Aqueles que aprendem sozinho, sem ninguém ensinar, ou mesmo sem nenhum método de violão, e tocam bem o violão, geralmente as pessoas falam que essa pessoa “tem o dom” para música, e, no caso, especificamente para o violão.

Mas pode-se dizer que são raríssimas essas pessoas, que aprenderam sozinhas e tocam bem ou muito bem o violão. Geralmente elas vem de uma família que é musical, ou seja, que o pai ou avô, ou outros parentes, eram músicos e, de alguma forma, passaram essa influência musical para elas.

O Brasil tem e já teve alguns violonistas notáveis, que ganharam destaque no meio musical e são completamente autodidatas, isto é, aprenderam sozinho, apenas ouvindo e vendo outros músicos tocarem.

Mas, como já disse, são raras essas pessoas, e a gente pode “tirar o chapéu” para elas sim! O mérito e “dom” musical elas conseguiram por conta própria (eu particularmente acredito que ganharam de Deus…), e só por isso já é uma coisa notável.

Entretanto, a maioria das pessoas “normais”, que tocam violão bem, sejam profissionais ou não, estudaram com um professor e seguiram um ou mais métodos de violão. E nesse caso pode ser um professor particular, ou então numa escola de música, com aulas em grupo.

Um (bom) professor pode e deve ensinar tudo que ele sabe para seus alunos. Deve também perceber a musicalidade do aluno e incentivar as facilidades que esse aluno tem de uma maneira global.

Por exemplo, se o aluno gosta e aprende facilmente um certo gênero musical, o professor pode incentiva-lo e dirigir os estudos principalmente para esse gênero musical.

Isso deve ser uma coisa natural e espontânea, tanto por parte do aluno como do professor. Jamais pode ser “forçada”, pois o aluno poderá se cansar ou desanimar e desistir dos estudos.

Não resta dúvida, que um bom professor de violão pode fazer seu aluno chegar ao topo, ao ponto desse aluno tornar-se famoso e conhecido no meio artístico-musical. Nessa hora podemos perceber a importância do professor, que soube guiar o talento e musicalidade desse aluno, estimulando, aprimorando e treinando seu “pupilo” em todo seu potencial musical!

Mas e se você não quiser estudar com um professor de violão, em uma escola ou conservatório musical?

Então será muito importante escolher o melhor método de violão, que não só agrade você, mas que principalmente mostre e ensine o que você quer aprender e estudar.

Como escolher o Melhor Método de Violão?

Existem muitos métodos de violão no mercado brasileiro, e muito mais ainda fora do Brasil! Como podemos escolher o Melhor Método de Violão? Confira também neste outro artigo, as  5 características e  Qual o melhor livro de Violão Popular 

Pra começar, você pode selecionar um bom Método para Violão pelas suas necessidades. É importante ter respostas para algumas perguntas, por exemplo:

  • Você é iniciante, intermediário ou avançado?
  • Você quer aprender só o básico ou quer ser um profissional?
  • Você quer tocar em roda de amigos ou em eventos, barzinhos e outros locais?
  • Você gosta e quer aprender que tipo de músicas no violão?
  • Você tem vontade e tempo para se dedicar e estudar violão com um método (sem professor)?

Depois de responder essas perguntas, você poderá pesquisar alguns métodos de violão baseado nos padrões e nível musical em que você se encontra no momento.

Assim, por exemplo, vamos supor que você está no nível intermediário de violão. Então deverá procurar métodos de violão que ensinem esse gênero musical, suas técnicas, nuances, batidas, tipos de sequência usadas, frases e escalas comuns, e assim por diante.

Outro critério usado, mas que não deve ser o principal, é o preço do método escolhido. Geralmente métodos muito baratos ou mesmo gratuitos, podem deixar muito a desejar, e até causar um “efeito ao contrário”, que afastará você do instrumento, ou diminuirá sua vontade de aprender…

Outra opção é você pesquisar e ver a opinião de quem já tem o método que você selecionou na sua pesquisa prévia feita, e ver o que essas pessoas estão dizendo, comentando e elogiando.

Você pode também ir nas lojas especializadas e examinar todos métodos disponíveis ali, questionando o vendedor sobre a opinião das pessoas que já compraram aquele método, o que elas falam, o que acham sobre o método, etc.

Por fim, você pode também pegar “emprestado” um método de um amigo ou colega, e começar a estudar por ele. Se gostar e for fácil de você entender (e tocar!), então você devolve o método para seu amigo (pra ele não ficar irado com você…) e compra um método novo para seu uso!

Essa talvez seja a melhor maneira de saber a qualidade de um método de violão…

6 Dicas Importantes sobre Métodos de Violão

 1 – Procure um método para seu nível musical. Não queira pular etapas ou fases de aprendizado. Se você é iniciante, procure métodos de violão para iniciantes, que mostrem e ensinem o básico do instrumento. Um método para violão avançado ou até intermediário nessa fase dos seus estudos só te dará frustração, pois você dificilmente conseguirá entender e tocar os exercícios escritos e sugeridos.

2 – Escolha um método que você goste e se identifique. Você precisa gostar do método de violão que escolheu, e entender o que o autor desse método (que já sabe tocar violão!) está ensinando, a forma como ele explica e mostra os exercícios e técnicas.

Tem muita gente que sabe tocar violão bem, mas não sabe ensinar, e vice-versa. Isso vale para os métodos musicais também: o autor pode ser um grande músico, mas na parte didática, ele deixa a desejar…

3 – Esteja disposto a estudar e treinar com disciplina. Não adianta você ter um bom método e não ter disciplina para estudar! Muitos estudam várias horas em um dia e passam vários outros dias sem estudar. Assim vai ser difícil…  

O ideal é que você estude todos os dias, ou então faça uma programação semanal de estudos, mesmo que seja um tempo pequeno por dia, pois assim você não perderá o que já está conseguindo fazer. E estará sempre progredindo e aprendendo coisas novas;

4 – Você deve estudar o que Você Não Sabe ou o que ainda tem dificuldade. Estudar é diferente de tocar! Quando você estuda, você está aprendendo coisas novas e quando você toca você deve usar o que aprendeu. Você pode estudar a parte mais “cansativa” e técnica primeiro, e depois, já no final da “aula” (do tempo que você reservou para estudo), escolher algumas músicas pra tocar e assim ir aprimorando o que estudou.

5 – Estude e Toque com quem que Sabe Mais do que Você. Essa é uma boa “técnica” de estudo, pois se a outra pessoa toca e sabe mais que você, você vai aprender alguma coisa com ela!

Por exemplo: Você pode aprender a tocar samba treinando e estudando em casa, mas só quando estiver em uma roda de samba de verdade, como outros músicos, é que vai começar a perceber a dinâmica e os macetes que são utilizados nesse gênero musical, e que dificilmente iria perceber sozinho.

6 – Estudar e Tocar (bem)  exigem persistência. Muita gente começa a treinar um exercício e por não conseguir executá-lo, já passa para outro… Você precisa ter a consciência de que, toda vez que você deixa de fazer um exercício porque ele é difícil, depois terá que começar a treinar ele de novo, para conseguir algum progresso mais na frente…

A dedicação e persistência são fundamentais no estudo musical, especialmente se você está iniciando seus estudos. E, como já disse um dos maiores músicos de todos os tempos, “O violão é o instrumento mais fácil de se tocar mal. E o mais difícil de se tocar bem” (N. Paganini).

Qual o melhor método de violão que você conhece? Deixe seus comentários abaixo e se gostou, Curta e Compartilhe!

1
Olá, posso ajudar?
Clique e envie sua mensagem!
Powered by
0